23/11/15

Ao vivo... Lower Dens

Data - 21 de Novembro de 2015
Local - Galeria Zé Dos Bois
Notas - Casa cheia, aquário a "rebentar pelas costuras", noite muito fria a contrastar com o calor abrasador desta pequena sala por onde, por norma, passam concertos de grande qualidade, e os Lower Dens, banda de Jana Huntler não desiludiram neste regresso a Lisboa, apresentando temas do mais recente disco "Escape From Evil", de "Nootropics" de 2012 e também de "Twin-Hand Movement", o álbum com que se estreou em 2010 este grupo de Baltimore, sendo de imediato muito bem recebidos pela crítica musical e pelo público, criando um grupo de fieis seguidores.

20/11/15

Ao vivo... Sean N. Savage e Weyes Blood

Data - 19 de Novembro de 2015
Local - Galeria Zé Dos Bois
Notas - Mais um excelente concerto na ZDB. Com a forma estranha de estar em palco Sean N. Savage trouxe-nos a sua música muito enraizado no indie-pop, com um concerto extremamente agradável numa primeira parte que antecedeu o belíssimo concerto de Weyes Blood e, já perto do final, "a cereja no topo do bolo", um dueto. Brilhante.

28/09/15

Ao vivo... Cured Pink - Fingers

Data - 24 de Setembro de 2015
Local - Galeria Zé dos Bois
Notas - Nesta noite, na ZDB apresentaram-se dois grupos australianos com enorme vontade de emergirem no panorama da música independente numa vertente mais experimentalista.
O trio Fingers, composto por Samuel Karmel, Carla dal Forno e Tarquin Manek, apresentaram temas de "Hide Before Dinner", disco editado para a conceituada Blackest Ever Black. Com uma estrutura musical assente em guitarra e teclas, foi um concerto demasiado morno, um pouco por desconhecimento da obra do grupo, por parte do pouco público presente.
Relativamente aos Cured Pink, nesta sua estreia em termos de digressão europeia, Andrew McLellan, Mitchell Perkins, Glen Schenau e Stuart Busby, deram um concerto interessante, mas que não chegou a empolgar, ficando no entanto a ideia que a banda pode chegar um pouco mais longe.

11/09/15

Ao vivo... Angel Olsen

Data - 09 de Setembro de 2015
Local - Galeria Zé dos Bois
Notas - A norte-americana Angel Olsen apresentou-se sozinha no palco do aquário da Galeria Zé dos Bois, para um excelente concerto, intimista, interagindo muito com o público que esgotou por completo a pequena sala, mostrando-se simpática e feliz por estar perante uma plateia devota e resistente ao imenso calor que se fazia sentir.
O seu mais recente trabalho, "Burn Your Fire for No Witness", editado em 2014 pela Jagjaguwar, serviu de suporte ao alinhamento da noite, mas também tivemos a oportunidade de ouvir temas dos discos anteriormente editados pela Bathetic Records, "Half Way Home" de 2012 e "Strange Cacti" de 2011, dois bons trabalhos de uma cantora que tem construído uma carreira sólida mas ainda curta, assente no Indie Folk e Country de raízes americanas, mas sem nunca entrar pelos campos do Folk e Country tradicionais, dando-lhe sempre uma característica indie, funcionando a sua bem timbrada voz como "a cereja no topo do bolo".

21/05/15

Ao vivo... Jad Fair e Norman Blake

Data - 20 de Maio de 2015
Local - Galeria Zé dos Bois
Notas - Jad Fair e Norman Blake apresentaram-se no aquário da ZDB para a apresentação de alguns temas do seu mais recente disco, "Yes" lançado em 2014 pela label Joyful Noise.

13/05/15

Ao vivo... Ken Vandermark e Fred Lonberg-Holm

Data - 12 de Maio de 2015
Local - Galeria Zé Dos Bois
Notas - Numa noite mais virada para o Jazz, o saxofone de Ken Vandermark e o violoncelo de Fred Lonberg-Home, estiveram em excelente nível, num serão em que, mais uma vez, o aquário da ZDB este praticamente cheio.

09/05/15

Ao vivo... Colleen

Data - 08 de Maio de 2015
Local - Galeria Zé Dos Bois
Notas - Concerto calmo e intimista, em que Colleen chamou para o palco muita gente do público, pedindo que se sentassem à volta, criando um ambiente único, numa noite musicalmente perfeita.

24/04/15

Ao vivo... Shabazz Palaces

Data - 23 de Abril de 2015
Local - Galeria Zé Dos Bois
Notas - Com o aquário da ZDB completamente cheio, os norte-americanos de Seattle Shabazz Palaces, deram, durante duas horas, um extraordinário concerto.
Ishmael Butler e Tendai Maraire, prenderam o público do primeiro ao ultimo momento, desfilando temas dos dois discos já editados, Black Up de 2011 e Lese Majesty de 2014.
A sonoridade diferente do hip-hop tradicional, fruto dos vários experimentalismos do duo nos quais tentam quebrar todas as barreiras musicais, faz com que os seus concertos não se tornem repetitivos. Se num concerto tradicional de hip-hop existe essa tendência - pois é um estilo que não varia muito em termos de construção musical, visto a sua força estar nas letras - no caso dos Shabazz Palaces, isso não sucede, pois a sua música tanto navega pelo hip-hop tradicional como se aproxima do Jazz, do Rap e do Dub, e isso faz toda a diferença, e é isso que torna um concerto deste grupo em algo diferente... e que nos cativa.

16/04/15

Lower Dens - Escape From Evil


Oriundos de Baltimore, os Lower Dens formaram-se em 2009, sendo um dos muitos projectos de Jana Huntler, cantora que se estreou em 2002 e desde essa altura tem mantido uma certa regularidade no que diz respeito a edições discográficas e algumas colaborações com outros músicos, dos quais pode-se destacar Devendra Banhart.
Para completar a formação dos Lower Dens, Huntler juntou-se ao guitarrista Will Adams, ao baixista Geoff Graham e ao baterista Abram Sanders que foi substituído por Nate Nelson em 2011. Corria o ano de 2012 quando os elementos do grupo decidem ser necessário dar mais envolvência e profundidade à sua música, e é para atingir o objectivo dessa sonoridade mais ambiental e densa que entra para o grupo o guitarrista e teclista Carter Tanton, sendo editado em 2012 "Nootropics", disco que sucedeu ao trabalho de estreia " "Twin-Hand Movement" de 2010.
Após um interregno de três anos, e com a mesma formação, os Lower Dens estão de volta com o delicioso "Escape From Evil", editado pela Ribbon, um belo disco com grandes influências dos Beach House (outro excelente grupo de Baltimore) e momentos que nos trazem à memória a vertente mais calma de Anna Calvi ou o tom sedutor de Cat Power.
Estamos perante um disco de ambiências, de sensações, um disco que simultaneamente navega pelos mares da densidade, da obscuridade, mas que nos absorve, que faz com nós façamos parte dele, ou que ele faça parte de nós, um disco envolvente, envolvência essa bem evidente em temas como "Ondine" em que a guitarra é o nosso meio de transporte, ou "I Am The Earth", uma balada que nos embala como se fossemos um bebé de poucos meses, ou ainda "Société Anonyme", tema muito marcado pelo baixo que nos leva para uma viagem prestes a terminar e, como estamos deliciados com o que estamos a ouvir, a viagem não termina aí... voltamos à primeira música.
Um disco viciante, e seguramente um dos melhores deste ano, que ainda nem a meio chegou.

01 - Sucker's Shangri-La
02 - Ondine
03 - To Die In L.A.
04 -Quo Vadis
05 - Your Heart Still Breating
06 - Electric Current
07 - I Am Te Hearth
08 - Non Grata
09 - Company
10 - Société Anonyme

Nota - 8.8 / 10

09/04/15

Ao vivo... Aniversário Galeria Zé Dos Bois

Data - 19 de Dezembro de 2014
Local - Galeria Zé Dos Bois
Notas - Dia de aniversário na Galeria Zé Dos Bois. Bom concerto de música Qawwali, com alguns temas cantados em português, provocando uma sensação estranha mas extremamente agradável, numa noite de festa com um ambiente extraordinário.
Um dos melhores espaços culturais da cidade de Lisboa comemorou desta forma os seus 20 anos, encerrando assim uma programação que se estendeu por algumas semanas.
Parabéns à ZDB.

09/02/15

Ao vivo... Jozef Van Wissem

Data - 05 de Fevereiro de 2015
Local - Galeria Zé Dos Bois
Notas - O holandês Jozef Van Wissem, com o seu Alaúde foram um bálsamo para um noite fria, de inverno. A suavidade da sua música foi impressionante. Se fechássemos os olhos e nos deixássemos levar, apoderava-se de nós a sensação de estarmos a fazer parte de um filme, no qual a sua música era a respectiva banda-sonora. Imagens de campos sem fim, de paraísos longínquos tomavam conta da nossa mente e nós "voávamos" por campos desconhecidos e simultaneamente embriagantes, levados pela música de Wissem, surpreendente e marcante.
Na primeira parte, durante cerca de 30 minutos, esteve em palco o português Manuel Dordio com a sua guitarra eléctrica, para nos apresentar um conjunto de divagações e experiências musicais, totalmente instrumentais.

03/02/15

Ao vivo... Nuno Prata

Data - 30 de Janeiro de 2015
Local - Galeria Zé Dos Bois
Notas - O Ex-Baixista dos Ornatos Violeta, Nuno Prata, deu um excelente concerto intimista no aquário da ZDB, longe de estar cheio.
Após o final dos Ornatos Violeta, Nuno Prata não tardou a regressar aos palcos, primeiro em dueto com o multi-instrumentista Nicolas Tricot, num projecto intitulado Nuno Nico.
Em 2006 regressou aos discos, em nome próprio, com a edição de "Todos os dias fosses estes outros", produzido por Tricot, e em 2010 editou "Deve Haver", trabalho em que contou com a colaboração dos Clã Hélder Gonçalves e Manuela Azevedo, sendo evidente ao longo de todo o disco o pop característico desse grupo portuense.
Neste concerto, na ZDB, Nuno Prata apresentou-se em trio para apresentação do seu terceiro trabalho discográfico, álbum homónimo, no qual contou com a colaboração de Manuel Cruz, outro Ex-Ornatos Violeta.

02/01/15

Os melhores de 2014

01 - War on Drugs - Lost In The Dream
02 - Perfume Genius - Too Bright
03 - FKA Twigs - LP1
04 - Damon Albarn - Everyday Robots
05 - St. Vincent - St. Vincent
06 - Jack White - Lazaretto
07 - Caribou - Our Love
08 - Future Islands - Singles
09 - Aphex Twin - Syro
10 - Sun Kil Moon - Benji
11 - Run The Jewels - Run The Jewels 2
12 - Royal Blood - Royal Blood
13 - Real Estade - Atlas
14 - Sharon Van Etten - Are We There
15 - Fucked Up - Glass Boys